Breaking News

HÁ 15 ANOS, COMEÇAVA A CAMINHADA DO JORNAL FOLHA SERTANEJA.

Nenhuma descrição de foto disponível.Na nossa marca, o mandacaru, altaneiro, símbolo da resistência no sertão. O sol nordestino, sempre presente. As águas benfazejas do rio São Francisco gerando riqueza e vida.
Começamos com uma equipe respeitável formada pelos jornalistas Clementino Heitor de Carvalho (aposentado de larga vivência no jornal A TARDE, de Salvador) e Ednaldo Júnior (Júnior Padão, professor, radialista de sucesso, hoje na Rádio Angiquinho). Nilson Brandão, cuidava do esporte. Nadja Maria cuidava da cultura e do social. Antônio Carlos Zuca, foi repórter. Também do comecinho, Giuliano Ribeiro. Professor Ivus Leal é cronista regular do jornal desde a edição Nº 2. Mais recentemente, chegou o Professor Francisco Nery e, vez por outra, chegam outros colaboradores...
Desde o começo sabíamos que a caminhada não seria fácil. Já na primeira edição, um primeiro boicote de apoio prometido.
Nesses 15 anos registramos a história de Paulo Afonso e alguma coisa da região. A gestão de vários prefeitos, muitos vereadores.

O jornal viu os últimos dias da gestão de Paulo de Deus, que renunciou em 31 de Março para ser candidato em Canindé do São Francisco. Acompanhamos os 9 meses de gestão do seu vice, Wilson Pereira, os 4 anos de governo de Raimundo Caires. Depois vieram os 8 anos de gestão de Anilton Bastos e por fim os pouco mais de 2 anos do mandato do prefeito Luiz de Deus. 
Todos eles apoiaram o jornal por um período de tempo, assim como aconteceu com a Chesf, o governo do Estado e alguns empresários, mas cerca de um terço de sua vida, o jornal tem sobrevivido a duras penas, como está acontecendo nos últimos meses.

Alguns empresários continuam com o seu apoio ao jornal há muitos anos, como a Faculdade Sete de Setembro, o Colégio Sete de Setembro, a Suprave, o Colégio Boa Ideia, a Casa O Ferrageiro, a Litur...
Queremos agradecer aos que foram e são parceiros nessa difícil caminhada – órgãos públicos, empresas, anunciantes, aos colegas radialistas, blogueiros, da área da comunicação e ao diagramador Admilson Gomes que, nos últimos anos, todo mês dá forma a este mensário que teima em continuar vivo.
Somos o único jornal do município de Paulo Afonso que sobreviveu estes anos todos e se mantém regular, todos os meses. Para nós que fazemos a Folha Sertaneja todos os meses, com o apoio de renomados articulistas e colaboradores, esses 15 anos são um tempo enorme e têm o peso de um século de caminhada realmente difícil.
Nesses anos de vida o jornal Folha Sertaneja recebeu 13 prêmios Destaque do Sertão da Nordeste Eventos, vários outros prêmios de outras Agências de Pesquisa de Opinião, muitas Moções de Aplausos de vereadores da Câmara Municipal de Paulo Afonso e até da Câmara Municipal de Delmiro Gouveia.
A imagem pode conter: 8 pessoas, incluindo Antonio Silva Galdino, pessoas em pé e área interna
Somos muito agradecidos por esse reconhecimento e pelo carinho e o estímulo recebido dos leitores e internautas.
Sem os apoios das parcerias que esperávamos, seguimos na caminhada. Meio trôpegos, cansados, de vez em quando desanimados, pensamos em parar, mas alguma coisa, uma força interior, nos impulsiona e nasce mais uma edição, mais um registro para a história.

Gostaríamos de fazer uma edição especial do jornal Folha Sertaneja em Fevereiro, uma edição retrospectiva desses 15 anos. Esperamos ter o apoio necessário para isso.
Como fazia o grande educador Gilberto Gomes de Oliveira ao vencer as batalhas na construção do grupo Sete de Setembro, citando o versículo de I Samuel 12:7 –“Até aqui nos ajudou o Senhor” -, também pensamos assim. E adotamos esse versículo como nosso lema.
Fundamentado nessa certeza seguimos a caminhada, até onde Deus nos permitir caminhar. 
Muito obrigado a todos!!!

VEJAM alguns momentos do dia do lançamento da primeira edição, premiação, capas de algumas edições, das quase 180 já produzidas nesses 15 anos, além das muitas especiais, livros, revistas... De novo, obrigado a todos! 
A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas, mesa e área interna
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, área interna
A imagem pode conter: 1 pessoa

TEXTO
Prof. Galdino

Nenhum comentário